Em tempos de crise, economizar no supermercado é quase tarefa de malabarista. O bom é que alguns truques, como fazer lista de compras, pesquisar preços e não ir com fome ao supermercado ajudam a economizar bastante dinheiro. Confira 7 super dicas de como economizar no supermercado!

 

1) Faça uma lista de compras

Ir sem ela ao supermercado é como se jogar em um mundo de tentações e não ter armas para resistir. Acontece que, sem planejamento, compramos muitos itens que não precisamos – e sempre nos esquecemos de algo que deveria entrar no carrinho. O resultado aparece no caixa. Por isso, faça uma lista de compras com tudo que precisar levar, inclusive com as quantidades.

 

2) Não vá ao supermercado com fome

Com o estômago vazio, a vontade é de colocar no carrinho tudo que aparece pela frente. Quem confirma isso é a ciência: um estudo divulgado na publicação oficial da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos apontou que as pessoas têm mais impulsos consumistas quando estão com fome – e isso vale para todo tipo de produto, inclusive para alimentos.

 

3) Faça compras nos dias certos

Isso pode implicar em ter que ir ao supermercado várias vezes ao mês, mas para alimentos vale a pena. A maioria das grandes redes oferece promoções em dias específicos da semana. Por exemplo, alguns dedicaram as quartas-feiras para deixar frutas, legumes e verduras mais baratos. Já bebidas e carnes ficam com preços mais salgados nos fins de semana.

 

4) Varie onde você faz compras

Se você faz parte do time que sempre vai aos mesmos lugares, hora de repensar o hábito. Dispor-se a bater perna garante ótimos negócios e muita economia. Além das grandes redes, dedique um tempo aos hortifrútis e mercados de bairro, que podem reservar preços surpreendentes e alimentos fresquinhos.

5) Entre em programas de fidelidade

Assim como programas de milhagem, eles acumulam pontos em compras, que podem ser trocados por produtos, e ainda oferecem descontos exclusivos para os associados. Mas, atenção, pois só vale a pena aderir se eles forem gratuitos.

 

6) Deixe os filhos menores em casa

Os mimos e birras dos filhos podem deixar sua conta bastante salgada na hora de passar no caixa. Se você precisa levá-los, vá direto aos itens da lista e evite a todo custo as prateleiras de guloseimas. Agora, se não tiver como driblar a vontade dos filhos, leve apenas um produto. No final, a educação financeira das crianças vale mais do que satisfazer mimos. Elas devem compreender desde cedo a importância de se economizar.

 

7) Cheque a prateleira perto do vencimento

Calma, não queremos que você tenha uma infecção intestinal. Acontece que alimentos próximos da validade podem ter um desconto bem amigo e compensarem a compra. Alguns mercados até os concentram em uma prateleira. Mas pense bem se você realmente conseguirá consumi-los antes que vençam, senão, você acabará jogando o produto e seu dinheiro no lixo.

 

 

 

 

Quer ver mais dicas? Confira o post original, do Finanças Femininas.